Cultura Viva

publicado: 31/01/2014 14h58, última modificação: 31/01/2014 14h58

30.01.2014

Na tarde desta quinta-feira (30) a ministra da Cultura, Marta Suplicy, esteve em Araçatuba, interior do Estado de São Paulo, celebrando um convênio para a formação de uma Rede Intermunicipal de Pontos de Cultura.

Ao todo, serão 40 Pontos conveniados na região. Até o momento, 35, de nove cidades diferentes, já passam a atuar. Um edital complementar assinado no dia de hoje selecionará outros cinco.

Consórcio formado por prefeituras

Trata-se de uma iniciativa inédita para o Ministério. O convênio foi firmado com o Consórcio  Intermunicipal Culturando (CIC), uma iniciativa de 25 prefeituras da região que se uniram com o intuito de integrar suas políticas culturais. “Os consórcios possibilitam os investimentos públicos chegarem a cidades menores”, afirmou Marta.  A iniciativa de formação do consórcio também ajuda na desburocratização, na medida em que desfaz a necessidade de criação de um edital para cada cidade diferente, por exemplo.

Marta ressaltou alguns dos avanços que a região tem obtido: 13 modernizações de bibliotecas,
a criação de 22 Pontos de leitura. “Tivemos um convênio finalizado com 60 agentes de leitura.
Eles trabalharam com 30 familias do Bolsa Familia, receberam bolsa para exercer sua atividade,  kit de livros, foram capacitados pela cátedra da Unesco na PUC do RIO. Também foram realizadas três Feiras do Livro: em Araçatuba, Monte Alto e Jaboticabal”

A ministra ainda lembrou que, recentemente, esteve em Barretos e Guaíra, duas cidades que fazem parte do CIC e, na ocasião, foi assinado o compromisso de 23 municípios da região aderirem ao Sistema Nacional de Cultura. “A integração entre os municípios, promovida pelo consórcio, possibilitou esse compromisso ter sido tão amplo.”

Para o prefeito de Araçatuba, Cido Sério,  representante do consórcio intermunicipal Culturando, o momento é histórico para a cidade que pela primeira vez recebe recursos do Ministério da Cultura. Além dos Pontos conveniados, um CEU das artes está em construção. O deputado estadual João Paulo Rillo, presente à cerimônia, ressaltou que “o Consórcio torna possível a realização de projetos e o atendimento de demandas comuns das cidades”.

Investimentos em Gestão cultural

Além dos 40 Pontos de Cultura celebrados neste dia, a região também passa a contar com um Convênio para capacitação de gestores culturais. Serão 64 formados, sendo 32 da sociedade civil e 32 do poder público. O intuito da iniciativa é capacitar pessoas para gestão de Pontos de Cultura, para o Sistema Nacional de Cultura, entre outras iniciativas.

Trata-se de um investimento de R$ 300 mil para lançamento de um edital para selecionar uma Universidade para prestar o serviço de capacitação – via SAI)

A Cerimônia

Junto da ministra Marta Suplicy, estiveram o prefeito de Araçatuba, Cido Sério; o deputado estadual João Paulo Rillo; o secretário de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Marcos André, além de lideranças políticas locais.

A cerimônia contou com diversas apresentações de grupos culturais da cidade, de Escola de Samba a Balé. Marta Suplicy ainda recebeu um presente das mãos da India Luana que faz parte do Projeto Estação Taveira, uma iniciativa que busca resgatar a memória e fortalecer a autoestima de mulheres de um bairro rural da cidade, através de feiras de artesanatos, festas típicas, entre outras.

 

Para ver mais fotos, clique aqui.

 

Texto: Thiago Esperandio / Ascom MinC

Publicação: Ascom / MinC

Fotos: Alex Tristante

Cultura Viva

Ministra celebra formação de Rede Intermunicipal de Pontos de Cultura

publicado: 12h27, última modificação: 31/01/2014 12h27

30.01.2014

Na tarde desta quinta-feira (30) a ministra da Cultura, Marta Suplicy, esteve em Araçatuba, interior do Estado de São Paulo, celebrando um convênio para a formação de uma Rede Intermunicipal de Pontos de Cultura.

Ao todo, serão 40 Pontos conveniados na região. Até o momento, 35, de nove cidades diferentes, já passam a atuar. Um edital complementar assinado no dia de hoje selecionará outros cinco.

Consórcio formado por prefeituras

Trata-se de uma iniciativa inédita para o Ministério. O convênio foi firmado com o Consórcio  Intermunicipal Culturando (CIC), uma iniciativa de 25 prefeituras da região que se uniram com o intuito de integrar suas políticas culturais. “Os consórcios possibilitam os investimentos públicos chegarem a cidades menores”, afirmou Marta.  A iniciativa de formação do consórcio também ajuda na desburocratização, na medida em que desfaz a necessidade de criação de um edital para cada cidade diferente, por exemplo.

Marta ressaltou alguns dos avanços que a região tem obtido: 13 modernizações de bibliotecas,
a criação de 22 Pontos de leitura. “Tivemos um convênio finalizado com 60 agentes de leitura.
Eles trabalharam com 30 familias do Bolsa Familia, receberam bolsa para exercer sua atividade,  kit de livros, foram capacitados pela cátedra da Unesco na PUC do RIO. Também foram realizadas três Feiras do Livro: em Araçatuba, Monte Alto e Jaboticabal”

A ministra ainda lembrou que, recentemente, esteve em Barretos e Guaíra, duas cidades que fazem parte do CIC e, na ocasião, foi assinado o compromisso de 23 municípios da região aderirem ao Sistema Nacional de Cultura. “A integração entre os municípios, promovida pelo consórcio, possibilitou esse compromisso ter sido tão amplo.”

Para o prefeito de Araçatuba, Cido Sério,  representante do consórcio intermunicipal Culturando, o momento é histórico para a cidade que pela primeira vez recebe recursos do Ministério da Cultura. Além dos Pontos conveniados, um CEU das artes está em construção. O deputado estadual João Paulo Rillo, presente à cerimônia, ressaltou que “o Consórcio torna possível a realização de projetos e o atendimento de demandas comuns das cidades”.

Investimentos em Gestão cultural

Além dos 40 Pontos de Cultura celebrados neste dia, a região também passa a contar com um Convênio para capacitação de gestores culturais. Serão 64 formados, sendo 32 da sociedade civil e 32 do poder público. O intuito da iniciativa é capacitar pessoas para gestão de Pontos de Cultura, para o Sistema Nacional de Cultura, entre outras iniciativas.

Trata-se de um investimento de R$ 300 mil para lançamento de um edital para selecionar uma Universidade para prestar o serviço de capacitação – via SAI)

A Cerimônia

Junto da ministra Marta Suplicy, estiveram o prefeito de Araçatuba, Cido Sério; o deputado estadual João Paulo Rillo; o secretário de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Marcos André, além de lideranças políticas locais.

A cerimônia contou com diversas apresentações de grupos culturais da cidade, de Escola de Samba a Balé. Marta Suplicy ainda recebeu um presente das mãos da India Luana que faz parte do Projeto Estação Taveira, uma iniciativa que busca resgatar a memória e fortalecer a autoestima de mulheres de um bairro rural da cidade, através de feiras de artesanatos, festas típicas, entre outras.

 

Para ver mais fotos, clique aqui.

 

Texto: Thiago Esperandio / Ascom MinC

Publicação: Ascom / MinC

Fotos: Alex Tristante

Cultura Viva

Leci Brandão apresenta PL à ALSP propondo a consolidação do Programa Cultura Viva

publicado: 07/08/2013 18h50, última modificação: 07/08/2013 18h51

 

7/8/2013

O Programa Cultura Viva, criado pelo Ministério da Cultura (MinC) em 2005, poderá ser transformado em lei no estado de São Paulo. Na última terça-feira (06) a deputada estadual Leci Brandão (PCdoB/SP) protocolou na Assembleia Legislativa Paulista o Projeto de Lei (PL) Cultura Viva, pedindo a inclusão das ações e diretrizes que regem o programa no Marco Regulatório do estado.

O ato foi comemorado em cerimônia solene, no gabinete da deputada, com a presença de representantes da Comissão Paulista dos Pontos de Cultura, parceiros da deputada na elaboração do Projeto de Lei. O documento visa promover a produção e a difusão da cultura paulista, bem como ampliar o acesso da população aos produtos e bens culturais, por meio da implementação das políticas públicas previstas no programa.

Proposta semelhante, no âmbito nacional, está tramitando na Câmara dos Deputados desde 2011, encaminhada pela Deputada Jandira Fregalli (PCdoB/RJ).

O Programa Cultura Viva potencializa o protagonismo cultural da sociedade brasileira, valorizando as iniciativas culturais de grupos e comunidades. Amplia o acesso da população aos meios de produção e circulação de bens e serviços culturais, tendo como base física e organizacional os Pontos de Cultura.

Veja aqui a íntegra do PL Cultura Viva encaminhado à ALESP

SCDC/MinC

 

 

Cultura Viva

EXPANSÃO DO CULTURA VIVA – SCDC se reúne com mais um estado para tratar do assunto

publicado: 03/05/2013 18h00, última modificação: 03/05/2013 18h00

A renovação dos convênios do Ministério da Cultura com a rede de pontos de cultura e a expansão do Programa Cultura Viva foi assunto de audiência ontem (02), na sede da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, entre a secretária Márcia Rollemberg e a secretária de Cultura de Sergipe, Eloisa Galdino.

No encontro, para tratar da rede de pontos de cultura do Estado, formada por 30 pontos, a secretária Márcia Rollemberg explicou que a intenção, de acordo com as novas base do Programa Cultura Viva, é renovar os convênios antes de seu término. No caso da rede de Sergipe os últimos convênios vencem em 2015.

“O estado passa a ser uma peça chave na expansão do Programa, porque ele passará a ser o articulador dos pontos por meio de um pontão, por exemplo”, afirmou  a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural. “O nosso objetivo é envolver o Estado que, por sua vez, envolverá o município que quiser ter um ponto de cultura, o que pode ser feito por meio de um Termo de Adesão”, explicou Márcia Rollemberg.

A secretária de Cultura de Sergipe, Eloisa Galdino, destacou a importância do Cultura Viva para Sergipe e manifestou interesse em participar do processo de expansão do Programa. “Em relação à rede do Estado, a ideia é estender a ação dos pontos de cultura de Aracaju para a região administrativa da capital, chamada de “grande” Aracaju”, informou.


(Redação: Heli Espíndola, Comunicação/SCDC)