Ordem do Mérito Cultural

publicado: 29/04/2013 12h27, última modificação: 29/04/2013 12h27

Profissionais de Teatro recebem insígnias em Brasília
O segmento do teatro estará representado na solenidade de entrega da Ordem do Mérito Cultural (OMC) por profissionais que têm uma história de conquistas e de dedicação a esse campo cultural. Nomes como Amir Haddad, Sábato Magaldi e Laura Cardoso fazem parte da lista das personalidades e instituições que serão admitidas na Ordem.

A cerimônia da OMC marca as homenagens ao Dia Nacional da Cultura, comemorado a 5 de novembro, data de aniversário de nascimento de Rui Barbosa. O evento ocorrerá na próxima quarta-feira, dia 8 de novembro, às 16h, no Palácio do Planalto, em Brasília. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro Gilberto Gil farão a entrega das insígnias a 30 personalidades e a 11 grupos e instituições que se destacaram nos trabalhos prestados à cultura brasileira. A Ordem do Mérito Cultural possui três classes: Grã-Cruz, Comendador e Cavaleiro.

Neste ano, a OMC celebrará o tema Patrimônios, Memórias e Valores Brasileiros, com o objetivo de iniciar a comemoração dos 70 anos de criação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a serem completados em novembro de 2007. A celebração dessa data começa desde já, quando serão destacadas as conquistas e inovações conceituais que vêm se processando na preservação da memória nacional.

Nomes que valorizam o teatro

 

Sábato Magaldi, um dos mais expressivos pensadores do teatro brasileiro, é professor, escritor e crítico teatral. Já conquistou mais de 15 prêmios e, em 1995, entrou para a Academia Brasileira de Letras. Aos 79 anos, será empossado no Grau de Grã-Cruz. Seu nome sempre esteve vinculado aos instantes decisivos da história do teatro brasileiro.

 

 

 

 

 

Para a classe de Comendador foi indicado o nome de Amir Haddad, ator e diretor de mais de 60 espetáculos. A criação do Teatro Oficina, em 1958, e do grupo Tá na Rua, em 1980, está ligada a Amir, que sempre saiu em defesa de um trabalho construído com reflexão, salientando-se a questão social.

A atriz Laura Cardoso também será condecorada na classe de Comendador. Ela receberá homenagem do Ministério da Cultura pela sua atuação tanto no teatro quanto na TV e cinema. Seu talento artístico faz com que os personagens que interpreta não sejam esquecidos pelo público.

No Palácio do Planalto, serão condecoradas com a Ordem do Mérito Cultural um total 41 personalidades, grupos e instituições.

Amir Haddad (Teatro) – Comendador
Banda de Pífanos de Caruaru (Música) – Cavaleiro
Casa de Cultura Tainã (instituição) – Cavaleiro
Centro de Estudos e Ações Solidárias, Projeto Centro de Memória da Maré (instituição) – Cavaleiro
Conselho Internacional de Museus (Museu) – Cavaleiro
Cora Coralina, in memoriam (Literatura) – Grã-Cruz
Daniel Munduruku (Literatura) – Comendador
Dino Garcia Carrera, in memoriam (Dança) – Grã-Cruz
Dona Teté Cacuriá (Cultura Popular) – Comendador
Emanuel Nassar (Artes Plásticas) – Comendador
Escola de Museologia da UniRio (Museu) – Cavaleiro
Feira do Livro de Porto Alegre (Literatura) – Cavaleiro
Fernando Birri (Cinema Internacional) – Comendador
Grupo Corpo (Dança) – Cavaleiro
Intrépida Trupe (Circo) – Cavaleiro
José Mindlin (Literatura) – Grã-Cruz
Josué de Castro, in memoriam (Geógrafo) – Grã-Cruz
Júlio Bressane (Cinema) – Comendador
Laura Cardoso (Teatro) – Comendador
Lauro César Muniz (TV) – Comendador
Lygia Martins Costa (Museu) – Comendador
Luiz Phelipe de Carvalho Castro Andrès (Colaborador Iphan) – Comendador
Mário Cravo Neto (Fotografia) – Comendador
Mário de Andrade, in memoriam (Literatura) – Grã-Cruz
Mário Pedrosa, in memoriam (Artes Plásticas) – Grã-Cruz
Mestre Eugênio (Cultura Popular) – Comendador
Mestre Verequete (Cultura Popular) – Comendador
Ministério da Cultura da Espanha (instituição) – Grã-Cruz
Moacir Santos, in memoriam (Música) – Grã-Cruz
Museu de Arqueologia do Xingó (Museu) – Cavaleiro
Paulo César Saraceni (Cinema) – Comendador
Pompeu Christóvam de Pina (Artes Plásticas) – Comendador
Racionais MC’S (Música) – Cavaleiro
Rodrigo Melo Franco de Andrade, in memoriam (Chefe SPHAN, desde sua fundação, até 1968) – Grã-Cruz
Sábato Magaldi (Teatro) – Grã-Cruz
Santos Dumont, in memoriam (Literatura) – Grã-Cruz
Sivuca (Música) – Comendador
Tânia Andrade Lima (Museu) – Comendador
Teodoro Freire, Boi do Seu Teodoro (Cultura Popular) – Comendador
Tomie Othake (Artes plásticas) – Comendador
Vladimir Carvalho (Cinema) – Comendador

Leia matéria completa sobre a OMC.
(Comunicação Social/MinC)